16 de novembro de 2012

Entre o bem e o mal.

Em todos meus dezenove anos jamais me senti deslocada do mundo. Jamais me senti desmerecedora de tudo o que eu construí até hoje. Tudo bem que não foram tantas coisas assim, mas não importa, eu construí.
Em toda minha vida jamais senti tanta necessidade de cuidar de algumas pessoas como sinto hoje, de lutar pela felicidade delas mesmo sabendo que eu iria contra o pensamento que algumas pessoas julgam ser certo.

Nunca me senti tão responsável pelas pessoas que amo, talvez, porque sem elas eu jamais seria nada.
Talvez eu tenha me privado desse mundo real por todo esse tempo, justamente pelo fato de ter medo de encarar a realidade, de encarar o bem e o mal, que vivem lado a lado em disputa por um pequeno espaço.
Tenho tantas perguntas, mas não tenho nenhuma resposta.

Algumas palavras quando usadas de forma inadequada podem fazer um estrago e aí não tem mais jeito, essas palavras conseguem destruir o que você tinha de melhor dentro do seu coração. E por um minuto penso que eu jamais deveria ter saído do meu mundo imaginário, onde as coisas eram perfeitas, onde não havia lugar para maldade, onde as pessoas eram puras e ainda sabiam o significado de "amar ao próximo".

Mas uma boa dose de realidade as vezes faz bem, porque só assim você consegue enxergar quem realmente te quer bem e por quem ainda vale a pena lutar. E hoje sei pra quem devo estender as mãos e a quem devo dar valor. Sejam bem vindos ao mundo real.


Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Obrigada por avisar sobre o layout! Que bom que você gostou ;)
    xoxo

    Quinze Desejos

    ResponderExcluir

Vou amar ler todos os comentários postados aqui no blog, respondei todos assim que puder, agradeço sua visita :)


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©