19 de abril de 2013

Desde quando você se foi.


Uma xicara de café na mão, cabelos levemente bagunçados e vestindo a sua blusa favorita que você insistiu em deixar comigo quando foi embora. Luzes do apartamento apagadas, deixei apenas a janela do quarto aberta como de costume e estou apreciando a vista que tenho daqui, uma cidade iluminada e silenciosa.

Você costumava deitar na cama e me observar em silêncio enquanto eu estava distraída olhando pela janela, imaginando o que as pessoas estavam fazendo naquele momento em cada canto da cidade, você também costumava fazer manha quando estava com sono só pra que eu fosse deitar ao seu lado e mexer no seu cabelo pois só assim você dormia tranquilo. E assim adormecíamos juntos.

E o que eu mais odiava era quando você deixava as roupas espalhadas pelo chão do quarto, eu reclamava e você mostrava língua como se fosse uma criança mimada. Mas no fim das contas você me abraçava e me pedia pra relaxar. Você era bobo, sabia?

Eu pedi que você levasse todas as lembranças com você naquela noite de domingo, mas parece que alguém não me deu ouvidos. Fotos, cartas, algumas peças de roupas e seu perfume. Mas talvez o problema seja comigo, não consigo deixar tudo pra trás porque ainda sinto necessidade de me manter ligada a qualquer coisa que me leve até você, ainda que seja só pelo pensamento.

Os dias parecem intermináveis, as horas parecem não passar, a chuva agora cai la fora, o silêncio ainda permance e é assustador, juro que vez ou outra posso sentir meu coração bater forte dentro do peito, as lágrimas insistem em cair mesmo que eu lute contra e no meu pensamento escuto você me chamar baixinho pedindo para deitar ao seu lado.

Sinto que vou enlouquecer, pego o celular, disco aquela sequência de números que jamais esqueci, mas desisto de ligar. Talvez você esteja em uma dessas festas que você gostava de ir antes de me conhecer, com um copo de cerveja na mão e uma garota fazendo companhia. Prefiro pensar que estou errada, mas mesmo assim, já não tenho nada haver com sua vida desde o dia em que você escolheu atravessar a porta da sala para nunca mais voltar.

Fechei a janela, hora de ir pra cama que agora é grande demais pra mim, amanhã tudo será diferente e eu prometo não pensar tanto em você.


Comente com o Facebook:

22 comentários:

  1. Que lindo o texto cara, super adooorei amore. Vem conhecer o meu blog também, espero que goste
    http://nossodiiariosecreto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá Flor? Adorei seu blog super fofo *--* dá uma passadinho no meu e se gostar segue ok?que eu irei retribuir seguindo de volta! beijão e sucesso!! http://jessica--magalhaes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. amei seu blog viu,muito lindo. Já estou seguindo..

    http://devaneiosdeuma-adolescente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Oiee adorei seu blog. Estou te seguindo
    http://putztobela.blogspot.com.br
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  6. Bem tristezinho esse texto, mas ao mesmo tempo é fofinho, rs.

    Blog: www.kaahmenezes.com
    Fã page: www.facebook.com/kaahmenezes1

    ResponderExcluir
  7. Oi Raíssa, tudo bem?
    Adorei aqui, fantástico na verdade!
    Todos os textos são seu? Se sim, parabéns. De verdade!
    Lindos demais, com uma sensibilidade tocante.
    Já estou seguindo aqui tb!!

    miragem-real.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. O triste são as lembranças...

    adorei o texto

    bjss

    http://deliriosdeumcloset.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Amei o texto flor.
    BJoos.

    tudodemodalindo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Sempre vamos lembrar de alguém, quando ainda há sentimento. Mas as vezes, dormimos e ao acordar vamos mudando, até o pensamento não voltar mais o passado.

    http://iasmincruz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Lindo o texto , vc escreve muito bem!!

    Tenha um ótimo fds !!!

    Beijooo

    http://atuallize.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/LARISSARAMOS38

    ResponderExcluir
  12. oi Ra
    tudo bem?
    tristonho o texto,mas muito bem escrito
    bom sábado
    bjs
    www.luciannapink.com

    ResponderExcluir
  13. Amei demais o texto. Ficou incrível!

    www.cindereladementira.com.br

    ResponderExcluir
  14. Achei o texto lindo e muito bem escrito, amei!

    http://colorful-mushrooms.blogspot.com.br

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  15. Adorei o post!
    Beijos ;*
    http://just-pepper.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. "Eu pedi que você levasse todas as lembranças com você naquela noite de domingo, mas parece que alguém não me deu ouvidos. Fotos, cartas, algumas peças de roupas e seu perfume."

    Me faz recordar momentos que infelizmente não voltam ;/

    http://pequenachica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. a gente tenta, mas não consegue... por mais que não quer pensar na pessoa, o nosso pensamento nos puxa :/

    @esteffanifontes, do blog Aos Dezesseis Anos
    Obrigada pela sua visita, volte sempre!

    ResponderExcluir
  18. Acho que por mais que tentamos esquecer alguém é complicado, e é normal ficar imaginando o que a pessoa está fazendo, mesmo que nosso cérebro nos leve a acreditar que estão fazendo algo que jamais desejaríamos.
    vestindo-ideias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. excelente texto, linda reflexão!
    bjos
    www.camillanunes.com

    ResponderExcluir
  20. que triste esse texto!
    mas às vezes é isso mesmo...
    Beijos!

    www.fashionfrisson.com

    ResponderExcluir
  21. Oi flor, obrigada pela visitinha, já estou te seguindo :)

    ResponderExcluir
  22. adorei o texto,se puder retribuir a visita no meu blog ,beeeijos http://rsavinonfotografias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Vou amar ler todos os comentários postados aqui no blog, respondei todos assim que puder, agradeço sua visita :)


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©